segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Mestre Hobsbaw


 http://www.amambainoticias.com.br/media/images/6379/30955/tmp/wmX-341x256x3-5069d36f2150c854276c2c395d557d8ca5bffc5259def.jpg



   O mundo perde um grande sábio.


"Sabemos que por trás da opaca nuvem de nossa ignorância e da incerteza de resultados detalhados, as forças históricas que moldaram o século continuam a operar. Vivemos um mundo conquistado, desenraizado e transformado pelo titânico processo econômico e tecnocientífico do desenvolvimento do capitalismo que dominou os últimos dois ou três séculos. Sabemos, ou pelo menos é razoável supor, que ele não pode seguir ad infinitum. O futuro não pode ser uma continuação do passado, e há sinais, tanto externamente como internamente, de que chegamos a um ponto de crise histórica. As forças geradas pela economia tecnocientífica são agora suficientemente grandes para destruir o meio ambiente, ou seja as fundações materiais da vida humana. As próprias estruturas das sociedades humanas, incluindo mesmo algumas das fundações sociais da economia capitalista, estão na eminência de serem destruídas pela erosão do que herdamos do passado humano. Nosso mundo corre o risco de explosão e implosão. Tem de mudar".

Hobsbaw, Eric: “A Era dos Extremos”.


obrigado mestre por teus ensinamentos
Postar um comentário