quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Vela apagada, ilumina

 


 
   Tokusan estudava Zen com o mestre Ryutan. Uma noite de inverno, Tokusan procurou Ryutan em seu quarto para lhe fazer um monte de perguntas sobre o sentido do Zen e da meditação. Ryutan ouviu e respondeu pacientemente todas as perguntas do jovem estudante, até que o mestre mandou o discípulo embora, dizendo que já era muito tarde.
"Já é tarde da noite, por que você não se retira?", perguntou Ryutan educadamente.
   Tokusan fez reverência e, ao abrir a porta, percebeu que já era alta noite e estava muito escuro lá fora Ryutan entregou uma vela para que o estudante pudesse encontrar o caminho de volta para o dormitório dos monges.
   Assim que recebeu a vela das mãos do mestre, Ryutan assoprou-a, deixando os dois na mais perfeita escuridão.
   Nesse exato momento, Tokusan atingiu a iluminação.



Texto retirado do livro: Pocket Zen, de Bruno Pacheco.
Postar um comentário