sábado, 31 de março de 2012

terça-feira, 20 de março de 2012

Agulha e o Mestre

 

 
   
    Havia um mestre Zen que tinha um discípulo muito fervoroso,  que considerava o seu mestre como um Buda vivo. 
    Um dia este mestre sentou numa agulha e gritou de de dor, "Aiiii", dando um pulo. O discípulo assistindo a cena perdeu imediatamente toda toda fé que havia depositado em seu mestre.  
Saiu dizendo que estava desapontado em descobrir que seu mestre não era totalmente iluminado. Se fosse iluminado não sairia gritando e pulando daquela forma. 
   O mestre ficou triste ao perceber que seu discípulo o deixaria e disse: "Que tristeza! Pobre homem! Se ele ao menos soubesse que na realidade nem eu, nem a agulha, nem o 'ai' jamais existiram".


Texto adaptado do livro: O Livro Tibetano do Viver e do Morrer, de Sogyal Rinpoche

sábado, 3 de março de 2012

Desejo e dor



Toda a alegria que há neste mundo
Vem do desejo de que os outros sejam felizes,
E toda dor que há neste mundo
Vem do desejo de que eu mesmo seja feliz


Shantideva

Imagem: museum.oglethorpe.edu     -  Indian Teachers - Shantideva Tibet 1800 - 1899. Buddhist lineage