quarta-feira, 22 de junho de 2011

Acalme tua aflição

 
     Acalme tua aflição, não entre em desespero, acredite, tudo é impermanente, inclusive a aflição. Tudo neste universo muda constantemente, basta ter calma e respirar. Aquela aflição que vive no teu peito vai se dissipar, com a mesma certeza de que o amanhã virá. Respire; de repente a realidade não é tão real e nem tão desesperadora. Muitas vezes nossos olhos enxergam coisas que estão apenas em nossas mentes. Nossas mentes podem ser traiçoeiras, criando névoas. Existem névoas que não nos permitem enxergar além de nossos narizes, simplesmente sente a beira da estrada e espere esta névoa desaparecer sem esforço, sem lutas, sem desespero. Quando você perceber voltará a ter clareza, aos poucos você enxergará o caminho para recomeçar a viagem.
  Não lute contra a névoa você parecerá um tolo dando socos e giros ao vento, gastando desnecessariamente sua energia.
  O segredo é simples: sente-se, respire, espere, volte a caminhar.


Imagem: Banco de Imagenes Gratuitas

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Meu mestre afirmou





 "Na prática do Caminho, fundamental é o desapego. Não importa o volume de conhecimento que possamos ter obtido, cairemos numa profunda ilusão, a menos que estejamos soberanos e integralmente desapegados. Um velho mestre disse: 'Sem entrega ao caminho, não nos tornaremos um absoluto'. Estar livre de apego é abandonar corpo e mente, esquecer nosso próprio sofrimento.
  Quando mendigamos, receamos que outros nos julguem como ridículos ou indignos. Mas ao pensar assim, abre-se um abismo enorme entre nós e o Caminho. Pratiquemos esquecidos dos pontos de vista deste mundo ilusório, e cientes apenas do vazio. Outro equivoco mental é o apego, acreditamos em nosso status neste mundo através  dele, ou ligamos para que outros julgam correto, com seus pontos de vista morais.
  Devemos apenas praticar, abandonando o mundo."

Texto: Shobogenzo Zuimonki; Mestre Dogen.
Tradução Marcos Beltrão
Adaptação: Paulo Celso
Imagem: Banco de Imagenes Gratuitas

terça-feira, 14 de junho de 2011

Como ser um Gênio?





  "Era uma vez um gênio. Alguém lhe perguntou: " Também quero ser gênio. O que fazer para me tornar um?"  'Estude o Caminho do gênio.'
   "Logo se alguém quer ganhar o Caminho dos Budas e Patriarcas, em primeiro lugar foque e trilhe o Caminho."



Texto: Shobogenzo Zuimonki do Mestre Dogen,
Tradução: Marcos Beltrão.
Adaptação: Paulo Celso
Imagem: Banco de Imagenes Gratuitas

terça-feira, 7 de junho de 2011

Falamos para quem?



    As árvores não falam e nos dão sombra e oxigênio, os pássaros nos dão belos  cantos, mas também não falam; nunca ouvi dizer que o trigo, arroz ou feijão, discutiram algo; ou qualquer fruta filosofando, nunca ouvi. A Terra não fala, o Sol quem sabe já se lamentou por aquecer ladrões ou injustos? As estrelas encantam as noites de amantes e românticos até quem não presta mais atenção à elas.
   Enfim tudo aquilo que nos é realmente essencial não tem voz, não tagarela o dia inteiro ou mal diz a vida.  
  Os olhos falam muito mais que as bocas.
  Na verdade, sentir é melhor que falar.




Imagem: Banco de Imagenes Gratuitas; Cultura y tradiciones a través del tiempo